h1

Lágrimas da Lua

abril 17, 2007

A lua gigante, brilhando por entre as nunvens, parece reinar…completa

Tudo mentira!
Lá estava ela, ao sair de seu esconderijo,
pela metade…
…como que cortada ao meio…

Assim como me vejo agora,
Assim como a lua hoje apareceu incompleta, eu me sinto nesta noite…
…faltando um pedaço!

Percebo que é também o que estou fazendo,
Me escondendo do que então chamava de minha outra metade.

De repente, olho de novo para ela
E não vejo nada
Nenhum brilho
Sumiu!
Agora,
De vez.
Pela noite
Pelo breu…
E eu?
Por trás de onde?
Todas as noites…
Até quando?

Graciela Vargas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: